Música e Ocultismo

Hoje mais do que nunca sentimos na pele o contexto perturbador, inóspito e desolador em que vivemos. Mais do que nunca o pessimismo e a inexorabilidade percorrem a mente de milhões de pessoas causando uma insatisfação e constante angústia, que acaba por se refletir nas mais variadas manifestações culturais/artísticas e até mesmo religiosas.

Continue lendo sobre Música e Ocultismo.

6 Respostas

  1. Del Debbio,
    Tem como reparar as nossas disfunções trabalhando apenas com os chakras, sem buscar meios externos, como especialistas ou tarjas pretas?
    Me refiro a usar meditação, terapias com músicas etc referentes aos chakras. Ex: pessoa depressiva trabalhando o anahata, fica menos depressiva ou curada, sem usar nada externo pra ajudar.
    Bom ano para usted.
    Obrigado

  2. Ótimo post. Esse assunto me fascina, pretendo aprofundar-me nos estudos sobre o tema música/ocultismo.

    Tio DD, vc só deixou faltando um detalhe aí: exemplos. Não, não… Não vou citar exemplos doq vc deixou faltando. Oq faltou foram os exemplos. Nomes de alguns artistas populares que possuíam esse conhecimento.

    Posso chutar uns palpites aqui:

    Raul Seixas, Led Zeppelin, The Beatles, Beethoven…

    Valeu!!! Abraço!!! Td d bom procê!

  3. 93!

    Duas sugestões para aprofundamento:

    “Magic and Music : The Language of the Gods Revealed” de Juanita S. Wescott e KIMG

    e a obra musical de Johann Heyss (músico e escritor brasileiro) http://www.johannheyss.com

    Vc conhece DD?

    []’s

    Victor Marx

    93,93/93

  4. Só uma coisa: em outros lugares, já li que o OM deve ser cantado em Ré, não em Lá. Tem alguma diferença? Qual seria a nota correta, ou tanto faz?

  5. Curiosidades na idade média:

    – Os músicos só podiam aprender e tocar na escala de C, pois a igreja considerava esta escala pura, ou seja, sem acidentes de tom. Ex: Dó=C D E F G A B. Ré=D E F# G A B C# D (sustenido #)

    Começo a suspeitar se foi somente por disto.

    – A 5ª aumentada de cada escala era considerada uma nota demoníaca. Ex.: Black Sabath utilizou muito isto para dar o efeito DEMO em suas músicas.

  6. Lembrando também que além da Harmonial Tonal, existe a Harmonia Modal, que são os chamados Modos Gregorianos ( e não modos gregos).
    Também são divididos em 7:

    I: Jônio(ou também chamado “Maior) – Possui uma sonoridade feliz, alegre;
    II: Dórico – É muito utilizado em black music e Funk;
    III: Frígio – Possui uma sonoridade Tensa, sombria;
    IV: Lídio – Possui uma sonoridade onde ambienta um clima de vitória. Sabem a música do SENNA na Rede Globo? Então, aquela música é em Modo Lídio;
    V: Mixolídio – Muito utilizado em Black Music(principalmente em BLUES), assim como o dórico;
    VI: Eólio(ou também chamado “Menor”) – Muitíssimo usado em músicas do IRON MAIDEN. Podemos dizer que tal sonoridade é mais séria; mas não chega a ser sombria como o frígio;
    VII: Lócrio – Possui uma sonoridade meio maluca e psicodélica. A música Máscara da Pitty é em tom Lócrio.

    Cada Modo é equivalente a 1(UM) Grau, grau este representado por algarismos romanos.

    Tem também a Harmonia Funcional, mas não sei nada sobre.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: