O Cérebro, os Rituais e o Tempo

O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos. Se alguém colocar você dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio… você começará a perder a noção do tempo.
Por alguns dias, sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reações internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea. Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objetos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol.

Continue lendo sobre o Cérebro, os Rituais e o Tempo.

15 Respostas

  1. o texto eh muito bonito e demonstra a ansia de viver a vida, de se sentir vivo.

    Mas acho que tem uma falha: nao exalta a consciencia do (e no) presente momento. Eh a consciencia – nao estar automatizado como quando se dirige um carro – que faz com que cada momento seja unico e tenha sua graca. Eh a consciencia que lhe tira do automatismo. E lampejos de consciencia sao raros, infelizmente. O trabalho eh arduo.

    neste texto parece que o ser humano precisa de muitas coisas e eh verdade. Mas viver sem precisar de festas, fotos, viagens, outras pessoas eh libertador. E o que substitui essa ambrosia da vida terrena, ou estas distracoes tao interessantes?

    A consciencia (ou a busca dela) de quem voce eh, a sua essencia, que lhe confere o poder de apreciar a beleza da criacao, lhe confere o poder de se identificar com criador e criaturas como um soh.

    nao que eu tenha conseguido, mas fujo desta armadilha…fujo das distracoes.

    e as fotos sao uma bom exemplo. Tiramos fotos dos bons momentos, para nos lembrarmos deles depois. E nos esquecemos de vive-lo, porque estamos ocupados tirando fotos para lembrar da vida depois…

    Eu sugiro que cada vez que alguem quiser tirar uma foto do filho de cinco anos assoprando-a-velinha-de-aniversario-se-sentindo-um-menino-crescendo!, ao inves de tirar a foto, respire fundo, vibre e amplifique seu Amor naquele momento e fotografe aquela sensacao na sua mente, se lembre da preciosidade daquele instante e sinta-se pleno. Nao hah foto que reviva este instante.

  2. Ótimo texto.
    Eu to numa época da minha vida que tudo passa rápido, tudo parece distante e é bem por causa da minha rotina mesmo. Eu não sei muito bem o que fazer.
    Por acaso esse Airton é mesmo cara que foi contigo no Superpop?
    Abraços.

  3. Belo texto mais uma vez.

    Marcelo gostaria de pedir que falasse sobre “Principados e potestades”? um amigo
    começou a me falar do assunto e não pude deixar de fazer uma ligação entre
    principados e potestades e as egrégoras.

  4. Realmente, vivo constante em um rotina, e ao anos parecem que passam cada vez mais rápido. Preciso me atarefar com outra coisa, e rápido.

    Muito bom o post, acompanho sempre seu blog pelos feeds.😉

  5. concordo com o(a) luramos…e também sempre pensei a mesma coisa em relação às fotos

  6. Ótimo post! Reunião sempre! E pensar que somos sábios para enchergar os que nada sabem, ou achar que achamos, se acho, diriam os duvidosos, não temos certeza…. Mas fazer o que, todos temos tempo para nadarmos no sol….. Abraços….

  7. Triste demais esse texto…

  8. Sei não… sempre que eu estou em um momento muito complicado da minha vida, cheio de coisas novas, etc., parece que o tempo passa mais rápido, que nem agora, que eu tenho 18 provas para fazer na faculdade, 8 livros para ler e mais outros que eu quero ler… ou então vai ver que o stress já virou rotina….

  9. Olá.

    O texto é convidativo…mas a parte no final que diz “…Cerque-se de amigos….” me fez pensar mais um pouco.
    Até onde podemos ter amizade com pessoas que possuam os mais variados gostos, opiniões, ‘filosofias’ de vida etc.? Até onde estamos realmente dispostos a ouvir, conviver, dialogar com pessoas que sejam ou pensem de modo bem diverso ao nosso?
    Particularmente, na nossa atualidade, creio ser bem difícil encontrar uma pessoa tão desprendida assim, uma vez que, quer a gente queira ou não, vários outros fatores vão influenciar nesses contatos, e uma questão que tem peso muito grande é a sócio-econômica.
    Os que pensam que tudo é válido, que está tudo ‘bom’ – não dizem por aí que ‘tá ruim, mas tá bom’ – sempre me reportam à citação do Apóstolo Paulo: “Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém.” Não aprecio seguidores da filosofia de Zenão de Cítio, que têm milhões de amigos, vivem em um suposto mundo muito movimentado mas que, no íntimo, abandonam-se ao destino, levados pela corrente arrasadora das massas, (o máximo que conseguem impor sua vontade é decidir em qual bar assistirão a final do campeonato de futebol), nada construindo em sua vida e evolução, posto que uma verdadeira amizade amizade difere muito de uma amizade superficial e de meras conveniências.
    Nada esperar ou nada recear é um tanto quanto útopico, expectativas dentro de um limite possível são muito estimulantes, na minha opinião.
    Iniciar uma (boa) amizade é algo complexo…assemelha-se muito ao início de um namoro rs…quem nunca ficou como um retardado escolhendo o ‘melhor momento’ para o primeiro beijo? E aquela operação mental prévia que fazemos par cometer nenhum deslize? Em não falar (muita) besteira? O que será que ele(a) vai pensar quando disser que gosto ou desgosto disso ou daquilo? Pois é…rs
    Enfim, aquele texto bem batido na internet de “…cuidar do jardim porque só assim as borboletas virão.” talvez tenha um fundo de verdade, não esquecendo que para ter um belo jardim precisamos trabalhar incessantemente.

  10. Agora entendi aquela sensação de “será que tranquei a porta?” é td tão automático que as coisas mais banais acabam literalmente apagadas. Nunca tinha parado pra pensar nisso, vlw!

  11. Tio Marcelo, não sei se acontece contigo também, mas quando eu estou na NET o tempo realmente passa estremamente rápido, mesmo sendo algo diferente todos os dias, Ex: amigos novos, músicas e clips novos, notícias.. assim por diante.. o tempo que Einsten dizia relativo também é rápido quando se beija a namorada… ( :

  12. […] Leia mais direto na fonte: deldebbio.wordpress.com […]

  13. […] Gamos e Magia Sexual – Arcano 4 – Imperador – Heh – Fernando Pessoa escreve sobre a Maçonaria – O Cérebro, os Rituais e o Tempo – Chakras, Kundalini e Tantra – parte III – Arcano 3 – Imperatriz – Daleth – Magia Sexual – […]

  14. Ótimo texto DD..
    Parabéns ao autor.

    Abraços

  15. […] Prática – Exercícios Práticos 01 – O Cérebro, os Rituais e o Tempo – As Quatro Nobres Verdades – Três Conselhos Úteis em Magia Prática – Magia e Mistério no […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: