Religião: você precisa ter uma?

Antes mesmo de entrarmos no assunto, quero explicar o que é religião.
Religião deriva do termo latino “Re-Ligare”, que significa “religação” com o divino. Essa definição engloba necessariamente qualquer forma de aspecto místico e religioso, abrangendo seitas, mitologias e quaisquer outras doutrinas ou formas de pensamento que tenham como característica fundamental um conteúdo Metafísico, ou seja, de além do mundo físico.
Sendo assim o hábito, geralmente por parte de grupos religiosos de taxarem tal ou qual grupo religioso rival de seita, não têm apoio na definição do termo. Seita, derivado da palavra latina “Secta”, nada mais é do que um segmento minoritário que se diferencia das crenças majoritárias, mas como tal também é religião.

Continue lendo Religião: você precisa ter uma?.

36 Respostas

  1. Texto perfeito. Pra mim ele é a conclusão da espiritualidade que eu desenvolvi, acompanhando seus textos Marcelo através do blog Sedentário. Acabei com muitas duvidas que surgiram ao longo de minha vida devido minha formação católica e aprendi a ser um cara proativo e que não precisa temer nenhuma “reação divina” imposta pelos dogmas católicos. Não deixei de crer em Cristo, ou melhor, hoje sou um grande admirador, tendo uma visão mais limpa do que ele foi e quais ensinamentos ele deixou para nós. Mas agora também possuo outros conhecimentos, que me ajudam a tomar as decisões certas pra mim nos mais adversos momentos. E mesmo não conhecendo vc Marcelo pessoalmente, esse comentário aqui é um registro de agradecimento por toda sua gentileza de divulgação do seu conhecimento.

    Valeu mesmo “tio”

    grande abraço

  2. ótimo texto!
    Valeu Frater por divulgar esse texto.

    Paz’.’ Profunda’.’

  3. Sim Marcelo, só faço um observação, o “re-ligare” não é só ao Divino. Esta, inclusive é a última fronteira, mas primeiramente a si, sequentemente ao próximo e aí sim, ao Alto.
    Quando Jesus acrescentou “E ao próximo como a si mesmo”, no mandamento, foi dando a chave desse mistério.

  4. Saudações caro Marcelo

    Gostei muito do seu artigo.

    A religião é uma “criação” e ainda necessidade do homem. Isso devido ao sectarismo de pensamento a respeito de tudo, e sobre a sua origem “divina”, não poderia escapar disso.

    Temos o livre-arbítrio para decidirmos o que quisermos. Esse é o presente que Deus, ou Arquiteto do Universo, ou Energia Suprema, ou seja lá o nome que cada um queira dar, nos concedeu como “um presente”.

    O homem realmente tudo pode, mas nem tudo lhe convém. Nossas decisões, certas ou erradas, ainda que dependendo do contexto do que é certo/errado, são causas, que resultarão em efeitos. E como temos esta liberdade para decidirmos qualquer coisa, devemos ter consciência de assumir qualquer conseqüência quer nos seja benéfica ou não, agora ou futuramente.

    O Mestre Jesus, não veio criar qualquer religião. Apesar de vir nos ensinar o caminho de nossa “religação” com o Criador. Talvez ele tenha criado uma única “religião”, que é o Amor. Uma dicotomia, não é mesmo? Não criou mas criou…

    Cada espírito tem um grau de necessidade, e por isso os diversos grupos de filosofias/pensamentos/religiões, e isso tem que ser aceito e respeitado. O extremismo em cada seguimento, é inerente ao orgulho, vaidade e ignorância humanas. Faz parte de nosso estágio de “amadurecimento”.

    A melhor religião, ou melhor dizendo, o melhor instrumento/veículo para “re-ligare” com o Princípio de Tudo, não é a Católica, Evangélica, Budista, Xintoísta, Espírita, etc. A melhor é aquela que nos faz melhores, melhores como pessoas, melhores com o próximo, melhores conosco mesmos. Basta “escolher”.

    Você escolheu a sua, eu escolhi a minha, beltrano escolheu a sua. Se isso nos faz melhores, ótimo. Isso é o que importa.

    Todos nós temos nossos limites, e isso deve ser respeitado. A iluminação é uma busca pessoal, e só nos resta respeitarmos e sermos respeitados pelas escolhas. Somos todos buscadores.

    Um dia, toda a humanidade alcançará a “não necessidade” de religiões, irmanar-se realmente e aí sim, por meio disso, ligar-se verdadeiramente ao Pai, a Deus, pois, é somente sentindo e praticando o verdadeiro Amor é que nos ligaremos a Ele.

    Enquanto não alcançamos esse grau de evolução, vamos caminhando e trabalhando pelo nosso melhoramento.

    Eu costumo dizer que o caminho é um só, apenas escolhemos os veículos diferentes para chegarmos ao destino tão almejado.

    Parabéns pelo seu artigo. Realmente eu gostei muito.

    Felicidades

    Abraços Fraternais

    Mição
    Acesse o Blogção, o Blog do Mição e boa navegação!
    http://www.mition.net

  5. Bom dia,

    Poderia me dizer quem criou o universo? âh? ele surgiu da explosão… aham. tá legal…

  6. […] Vale a pena dar uma lida nesse texto que achei no blog do Del Debbio. Ajuda a explicar um pouco o meu ponto de vista, principalmente quando as pessoas arregalam os […]

  7. Muito bom o texto e condizente com a realidade, mas sobre este questionamento no texto, qual seria a repostas? E sobre o anjo caido, qual a verdadeira historia, onde podemos encontrar? “Sendo Deus eterno e imutável, autor de coisas muito boas, qual é, então, a origem do mal?”

    grande abraço!

  8. “E falando sobre as religiões monoteístas, faço sempre uma pergunta: Sendo Deus eterno e imutável, autor de coisas muito boas, qual é, então, a origem do mal?

    E por favor, não me venham com aquela estorinha de Lúcifer… o Anjo caído…é absurda! No mínimo ridícula.”

    Ridículo é você escrever este texto apenas com o objetivo de afirmar que prá você, Deus não existe. Escute aqui, se crês estar “re-ligado” a algo “espiritualmente universal” como dizes, saiba que este “espírito universal” tem nome, e aliás, você não está ligado a Ele, apenas acha que está. Para se ligar a Deus (este é o NOME), você deve crer que o sangue de Jesus Cristo, derramado na cruz do calvário, foi o preço pago para te livrar do inferno. Caso não creia em Cristo, sinto dizer-te, este “espiritualismo universal” que tens é inútil, vão e cego, pois não podes ver nem o caminho e nem a quem você segue.

    “Baseado nesse e em milhares de outros questionamentos, busquei dentro de mim mesmo algumas transformações, minha própria Lux. Busquei e busco, me conhecer…e percebi que tudo, posso desde que tenha Vontade…Tenho absoluta certeza que algo divino habita em mim. Colho diariamente aquilo que planto. Sou pura energia, vibração, estou em contato direto com o universo, faço parte dele.”

    Saiba que você não tem poder algum, se Deus não estiver em ti. Acaso podes mover algo com a mente? Ou podes curar algum mal com uma ordem tua? Podes tornar um fio de cabelo de tua cabeça preto em branco? Ou esta tua “energia vibratória” já te defendeu de alguma situação extraordinária? Saiba que esta energia que está em ti é o Espírito Santo de Deus, que habita naqueles que buscam ao Pai com sinceridade. No dia que admitires que Deus é maior e se colocar em posição humilde na frente Dele, saberás e sentirás a força do Poder de Deus.
    Sua busca por respostas é compreensível, mas até hoje, não encontraste o verdadeiro caminho. Não deixe que os valores e preconceitos sociais e televisivos te influenciem, ser crente nada mais é do que crer em Cristo, descansar nossas vidas em Seus braços e viver conforme Sua vontade, deixando de lado toda a carga e responsabilidade dadas pelo mundo para carregarmos, e aliviarmos nossos corações nas promessas de Jesus.

    Uma última coisa, aquela historinha ridícula de anjo caído que mencionaste antes está escrita na bíblia, portanto não é invenção de nenhum crente e se quiseres ser neutro com respeito ás religiões, tome cuidado e lave sua boca com sabão antes de chamar Deus (verdadeiro autor da bília) de mentiroso.
    Cuidado com o pecado imperdoável. Se não sabe qual é, pergunte a um pastor evangélico que ele te mostrará a resposta.

    Deus te abençoe e te guie nesta caminhada.

    @MDD – heheheheh a gente ganha pouco, mas se diverte!!!

  9. @MDD – heheheheh a gente ganha pouco, mas se diverte!!!

    E como se diverte! Será que ele conhece alguma de papagaio?

  10. Olha! o primeiro comment é de um apóstolo! é matheus!!!
    isso mesmo MArcelo, para de ofender deus e de falar palavrão senão deus te fode! kkkkk
    Bom, eu vou correndo perguntar pra um pastor evangélico sobre a verdade agora!
    hauhauh
    cada um q aparece…
    obrigado pelas gargalhadas às custas do matheus!

  11. antes de ser engraçado, é triste né…

  12. Só para fazer uma observação: as religiões egípcia e indiana não são politeístas, são monoteístas. O que há são emanações da mesma divindade.
    Exemplo claro é o Tradição Tântrica Dravidiana, período matriarcal na Antiga Índia que tinha em Shiva, o Absoluto Imanifesto e Shakti, sua consorte. Shiva é a Consciência, Shakti é a emanação dessa própria Consciência.
    No caso egípcio, Amon é o deus maior, os outros são extensões do mesmo deus.
    Um abraço,
    Ivan.

  13. Como é q um cara desses chega ao teu blog? É pra rir mesmo!

  14. @mu – Bom, eu vou correndo perguntar pra um pastor evangélico sobre a verdade agora!

    mu, pergunta direto pra Deus, kra!!!!!…..ele te responde em http://www.google.com.br !!!!!
    Pra mim ele respondeu: “Blasfemar contra o Espírito Santo”…

    É, é foda…

    Mas será que o mundo ainda tem jeito?

    Paz Profunda

    Marx’.’

  15. Budismo não é ateu, não nega Deus, só muda o nome dele e não se preocupa em explica-lo, chama-o de Absoluto ou natureza búdica.

  16. boas. texto interessante.
    mas queria só chamar a atenção para alguns que vêem em Jesus um grande homem com bons ensinamentos mas, no entanto, nao apoiam a religião.
    Jesus, da mesma maneira que disse “e ao proximo como a si mesmo” ou “dá a outra face” ou “faz aos outros o que queres que te façam a ti” (por oposiçao de “nao faças aos outros o que nao queres que te façam a ti” de confucio), Jesus tambem disse “tu es Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja”.
    Ou seja, Jesus também apoiava a religiao.

    Eu penso que a grande parte das religioes sao benéficas às pessoas.
    Eu sou cristao por fé e racionalidade, mas tambem por cultura. Se eu nascesse na Nigeria, provavelmente, seria muçulmano, ou hindu se nascesse na India.
    Mas a religiao une os povos. Cria comunidade e ensina o bem.

    Nao acredito em guerras santas. As guerras foram sempre movidas por interesses políticos e financeiros.
    E todo o preconceito que houver em relação a outras religioes, é pura ignorancia das pessoas. Ha muita ignorancia entre o povo. Isso nao é culpa das religioes, já que elas tentam sempre unificar.

    Eu acredito no tal Deus, Criador da bolinhazinha que originou o Big Bang (se a teoria actual estiver correcta). E quero religar-me a essa entidade.

    um abraço

  17. boa boa, fui no google e digitei inquisição e constantino reformando o catolicismo e o google respondeu ” não há autores confirmados para o livro bíblia”.
    QQr um pode pegar um pedacinho de papel e escrever o que quiser, depois é só sair espalhando pra todo mundo e as comadres e cumpadres saem proclamando como se fossem verdades.
    O consciente comum é constituído do que querem que ele seja. A verdade só existe pra quem se inserir nela.
    Nada é verdadeiro, tudo é permitido.
    Pergunto eu se o mundo tem jeito, ou se continuarão todos a acreditar nas verdades escritas, ou nas vivenciadas….
    Se todos continuarão apenas a seguir desordenadamente o que os outros dizem ou escrevem, ou se irão seguir seus próprios caminhos.
    Achei incrível quando lí este blog no sedentário sobre o pecado PREGUIÇA.
    em contrapartida, q qqr um pode escrever e falar qqr coisa… tudo é permitido.

  18. […] Moral e Dogma, por Albert Pike – Por dentro da Igreja Universal – Religião: você precisa ter uma? – Grandes Iniciados: Pitágoras – Sobre a Origem do Tarot – Magia e Mistério no Tibete – A Deusa […]

  19. mu,
    no fundo o q queres dizer é que toda a historia que se conhecesse (inclusivé as teorias da conspiraçao) sao mentira porque nao ha uma verdade. a verdade existe para quem se inserir nela.
    e na verdade, tens razao…até um certo ponto.

    claro que devemos ter a noçao da relatividade da verdade, mas tens que ter a noçao de que o passado é historia. e que grandes acontecimentos sucederam-se ao longo da historia. quando, como, porque, onde aconteceram precisamente? nunca se saberá. mas vale a pena aproximarmo-nos da historia e compreende-la…de forma a sabermos traçar um futuro para nós.
    a alternativa é…tudo o que fazemos é uma mentira. a tua existencia nao existe. és um ninguem e serás cinza quando morreres. ninguem te recordará nem te reconhecerão existencia sequer.

    ok, have it your way

  20. opnião cada um segui suas crenças

  21. resposta para vida? 42 neles!

    =)

    adoro faze chacota dos crentes pela manhão, com bancon e caputino.

  22. Texto muito interessante… ja passei por essas buscas ha um tempo atrás e decidir parar de compreender o incompreensível. O metafísico está além de minha vã sabedoria. Apenas preceitos de base “física” me interessam atualmente. Sigo minha vida duma maneira que creio correta, não por medo de inferno ou umbral, mas porque minha natureza assim exige.
    Creio que quem muito busca chega a essa mesma conclusão que chegaste, aminha foi igual. Tem algo maior, não explicado, que age sobre tudo. Nao sou ateu, apenas agnóstico… Muita gente não entende a diferença…

    Parabéns.

  23. prezado ricardo,

    é afável às minhas orelhas escutar as palavras de quem escuta às dos outros. Somos discordantes, porém caminhamos juntos.

    Talvez as perguntas só tragam mais perguntas mesmo…ou não.
    i’ll hava it that way, so as you have your own way. but i still think it’s all the same^^
    abraço

  24. As religiões são boas. Qualquer uma.

    O Homem e seu extremismo cego é que estraga.

    Isso encontramos nos Católicos, Evangélicos, Espíritas, etc.

    Cada um no seu tempo. Só temos, todos, que aprender a respeitar a opinião e pensamento de cada um.

    Existe um ensino hindu, se não me falha a memória, que diz que a verdade é um espelho que os deuses arremessaram à terra.
    Ao cair aqui, ele fragmentou-se, obviamente. E cada um pegou um pedaço da verdade e acredita que possui a verdade.
    Se pensarmos bem, possui mesmo, mas somente uma parte dela!
    Basta que todos possamos realmente nos unirmos, para um dia, alcançarmos a verdade absoluta. Por ora, só temos as verdades relativas.

    O que “enche o saco”, é o fanático vir querer impor a “sua verdade”, baseado que é a única, forçando güela abaixo, porque tá escrito, porque é divino, porque é inspirado, etc, etc, etc.

    Meu! cada um na sua. Todos temos o livre-arbítrio e temos que assumir as conseqüências um dia pelas escolhas que fizemos. É Lei Universal. Impor ou achar que cada um tá errado porque pensa ou age diferente, é puro fanatismo, é puro extremismo. E se tem gente assim, é porque ainda não entendeu a sua própria filosofia, a sua própria religião. Sinto muito.

    Todos nós temos ainda muito a aprender!
    Boa busca e boa caminhada a todos!!!

    Abraços Fraternais

    Mição
    Acesse o Blogção, o Blog do Mição e boa navegação!
    http://www.mition.net

  25. Olá MDD,

    Gostaria de saber o motivo de não ter publicado meu comentário sobre o significado da palavra religião retirada do blog Palavras de Hierakonpolis.

    @MDD – A palavra religião é de origem latina (religio). Cícero (106-43 AC) no De Natura Deorum afirma que a palavra vem da raiz relegere (“considerar cuidadosamente”), oposto de neglere, descuidar. Já Lactâncio, escritor cristão (330 DC), diz que vem de religare (“ligar”, “prender”), portanto a origem de religião como religação está correta também.

  26. […] Espiritual do Yom Kippur – Moral e Dogma, por Albert Pike – Por dentro da Igreja Universal – Religião: você precisa ter uma? – Grandes Iniciados: Pitágoras – Sobre a Origem do Tarot – Magia e Mistério no Tibete – A Deusa […]

  27. Tio Marcelo,

    no sentido restrito da palavra, para você o que é pior, um ateu ou um agnóstico?

    @MDD – nenhum dos dois… eu prefico mil vezes um ateu consciente, que SABE no que acredita (ou não acredita) do que um religioso maria-vai-com-as-outras que não sabe nem o que está fazendo na Igreja.

  28. “O primeiro requisito da felicidade dos povos é a abolição da religião”

    Karl Marx

    Sem mais comentários!!!

  29. Olá

    texto bem bacana. So mudaria uma classificação de religioes. Mudaria o Cristianismo (mas ai deveria ter uma subdivisão, nao sei como seria) que reconhece a existencia do Diabo, Lúcife, Capeta e afins para religiao Politeista, uma vez que se acreditando que o Diabo tem o mesmo potencial de deus, ele poderia ser considerado um deus.

    Sendo assim, o brasil e uns dos, se nao a maior, nação politeista do mundo.

  30. Bem, no meu ver, boa parte da população precisa de uma religião. Ou a pessoa estuda a história e acredita ou não acredita no que sabe e estudou. Ou ela precisa se apegar a alguma religião para ter sustentação.

    Pois veja, oque te impede de roubar uma velinha andando sozinha de noite na rua? Para poucos, é a ética, moral, etc. Mas para a grande maioria é pq estaria infringindo um mandamento. E se não tivesse nenhuma religião? Como seria?

    Eu vejo a religião como uns pilares de sustentação, querendo ou não, são elas que mantém a ordem nesse mundão a fora. Pois a grande parte da populção, ajuda ao próximo, pois fazendo isso esta agradando a deus.

    E mais uma coisa, para mim a FÉ, nada mais éh, doque acreditar em si mesmo.

    Primeira vez que estou vendo esse blog, e lendo sobre isso, e estou gostando muito.

    abs e continue assim.

  31. Excelente texto, que descreve a maneira de encarar a espiritualidade de muitas pessoas, inclusive a minha. Abraços

  32. Para mim, religião só me fez mal. Por 20 anos estuve presa ao cristianismo protestante que só me sufocava. Procurei conhecer outras, mas todas elas se pareciam neste mesmo ponto destacado no texto: escravização de mentes.

    Por mais que não sejamos totalmente racionais, foi na razão, na ciência, na busca por provas e coisas concretas que encontrei a “paz de espírito”.

    A vida é aqui e agora, é isso que devo viver, e não ficar me preparando para ir para um plano superior, pois até onde me é permitido entender, este plano superior não existe. Pode até ser que exista, mas não posso apostar toda a minha vida numa possibilidade que não tem certezas. Seria um desrespeito comigo mesma, seria duvidar da minha própria inteligência.

    Sobre a origem das religiões (e acredito que já tenha lido), recomendo a leitura do capítulo 5 de “Deus, um delírio”.

    @MDD – já li, mas acho o Dawkins tão fanático quanto qualquer outro religioso. Em algum lugar do caminho, ele decidiu transformar o ateismo em uma religião dogmática e intitularam ele o novo messias. Fiz um post lá no Sedentário que falava sobre isso algum tempo atrás.

  33. […] Absurdos Religiosos – Vaticano quer estabelecer Ensino Religioso obrigatório – Algumas contradições bíblicas – Fiel da IURD que doa cheque sem fundo vai para SPC Serasa – Por dentro da Igreja Universal – Religião: você precisa ter uma? […]

  34. Gostei do seu ponto de vista, apesar de ser Espirita, gostaria de lhe informar que a estrutura religiosa que temos é bem diferente das outras, não temos hierarquias ou outras coisas que nos permitam ter pessoas que sejam mais importantes que as outras. A única diferença é que temos pessoas com mais elevação (vivência) que as outras.
    Sobre a crença em Cristo, eu seriamente acredito que muita coisa na bilbia foi alterada para atender os anseios do imperio romano oriental, que acabara de criar a igreja católica e também para fortalecer politicamente a igreja catolica durante a idade média. Acho que a tradução dos verdadeiros manuscritos seria muito importante.
    Quanto a questão da mitologia, até os espiritualistas universalistas possuem as suas, negar que vocês as possuem é igual a negar sua própria existência.
    E os seus conceitos de espiritualidade não são nada diferentes dos conceitos espiritas.
    Todos nós temos parte de algo divino, mas temos partes de algo não divino, se apenas tivessemos partes “divinas”, o mundo não estaria desse jeito, essas injustiças e toda forma de mal que nos é jogada, é uma forma que nos é jogada para superarmos essas dificuldades e moldarmos um mundo melhor.
    Enquanto não trilharmos, independente da crença que tivermos, um mundo melhor, através da nossa união em torno do amor, não do amor egoísta (tipo amar apenas nossos familiares, amigos e companheir(as,os)), mas o amor universalista, uma amor a tudo e a todos que vivem nesse plano terrestre, o mundo seguirá esse mesmo caminho.

  35. “Se o sistema solar foi criado por uma colisão estelar acidental, então o aparecimento da vida orgânica neste planeta foi também um acidente, e toda a evolução do Homem foi um acidente também. Se é assim, então todos nossos pensamentos atuais são meros acidentes – o subproduto acidental de um movimento de átomos. E isso é verdade para os pensamentos dos materialistas e astrônomos, como para todos nós. Mas se os pensamentos deles – isto é, do Materialismo e da Astronomia – são meros subprodutos acidentais, por que devemos considerá-los verdadeiros? Não vejo razão para acreditarmos que um acidente deva ser capaz de me proporcionar o entendimento sobre todos os outros acidentes. É como esperar que a forma acidental tomada pelo leite esparramado pelo chão, quando você deixa cair a jarra, pudesse explicar como a jarra foi feita e porque ela caiu.”

    C.S Lewis

  36. O mal não foi criado, ele é a ausência do bem, assim como um buraco na parede é a ausência de tijolo. Deus permitiu que houvesse a ausência do bem pq isto de alguma forma o glorifica. Antes de dizer q Deus é egocentrico devemos lembrar q o propósito de TUDO é O glorificar! E é isto q nos incomoda tanto Nele, é por isso q temos aversão à devoção ao Divino, pq queremos ser o centro do universo, mas o centro é Ele!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: