A Guerra dos Roses

Movimentos harmoniosos, respiração controlada e um estado elevado de consciência. Esta é uma reportagem sobre ioga, mas não envolve nenhum desses elementos. Acusações, ressentimentos mal disfarçados, palavras como “seita” e “oportunismo” há de sobra. A rede de mais de 200 escolas ligadas a Luis Sergio de Rose, o Mestre De Rose, no Brasil, em Portugal e na Argentina está passando por dias turbulentos. Mais de 20 dos seus cerca de 500 professores a deixaram nos últimos três meses. Nem é um número expressivo, o que conta é o barulho que eles estão fazendo. Internamente, são tratados como “dissidentes” e recomenda-se “distância deles”.

continue lendo A Guerra dos Roses.

10 Respostas

  1. UOU! Opa! explica isso direito! xD
    Primeiro, ótimo post! (como sempre!)
    Osho, Pseudo-guru indiano?! Eu li sobre uma confusão com os EUA, mas achei q fosse “intriga da oposição” hauhauha…
    Cheguei a ler um livros dele na internet (escrito em base nas palestras q ele ministrava e tal) e n encontrei nenhuma “canalhagem”… achei até interessante alguns pontos de vista abordados.
    Explica ae, ele era “fake”, mas e os seus ensinamentos? tem algo de “aproveitável”?
    abraço!

  2. […] Os Templários e o Baphomet – a Guerra dos Roses – Dharma, a base da Vida humana – Pirâmides parte III – a Câmara do Rei – Mantras de Defesa […]

  3. Não conheço a escola do De Rose, e do Osho só li alguns trechos de livros e gostei muito.

    Eu acho que o problema, em alguns casos, nemsempre é do guru em si, mas talvez dos discípulos que se deixam dominar pelo fanatismo e não conseguem enxergar a luz dentro deles próprios. Se o guru diz pra se jogarem da ponte eles se jogam sem questionar.

    Freqüentei a Sahaja Yoga e acredito sim que os ensinamentos dessa linha trazem benefícios, mas a postura das pessoas lá dentro realmente é de um exagero tremendo.

  4. Olha, isso sem falar que é proibido viajar pra Índia sem a permissão do mestre De Rose, pensei que fosse piada, mas quando indaguei a um instrutor da rede dele, a resposta me deixou perplexo: “Se alguém já foi na Índia, como ele, porque vamos inventar a roda de novo?”. Daí que seriedade é essa?

  5. Sobre Osho,
    não querer pagar impostos para um governo corrupto e sujo, me parece uma ótima idéia.
    Dizer que o cara não é espiritual por não pagar impostos, me parece indiferente.
    Se o cara não tava afim de pagar imposto…problema é dele.

    Tem muito mais coisa absurda da Rede DeRose.
    Se recomendam usar roupas de marca para atrair alunos, fora que a ideia é fazer pontos para se ser topo de piramide, como a natura e afins. Acontece que ninguém nunca consegue chegar a topo de piramide. Tem gente a 9 anos na UniYoga, e quando esta próximo na pontuação para ser topo de piramide, eles dão umas penalidades absurdas.

    Se você receber algum produto defeituoso da UniYoga você não pode devolver.

    O filho André DeRose, saiu e esculachou, falou sobre sonegação fiscal.

    Tinha a famigerada medalha de honra ao mérito “Shakti”, para as mulheres tantristas… em outras palavras pras minas que gostavam de trepar mesmo, com os “mestres” da UniYoga. Teve casos de Aids, e de umas que engravidaram nas “orgias” tantristas.

    Coisa louca mesmo…

  6. “O que me incomodou mais era o evidente aspecto de culto à personalidade do tal Mestre de Rose, que lembrava muito a invasão de pseudo-gurus indianos que tomou de assalto os Estados Unidos a partir da década de 60, e dos quais a grande estrela era Rajneesh…”

    não concordo…já li muitos textos e alguns livros do osho e nunca vi nada que nem sequer lembrasse um culto à sua personalidade…acho muito interessante suas palavras…como o ítalo disse, talvez o grande problema fossem seus discípulos…não exatamente discípulos, mas seguidores

    abraços à todos

  7. […] Pirâmides e Stonehenge – Edição número 3 da Lucifer Luciferax – Os Templários e o Baphomet – a Guerra dos Roses – Dharma, a base da Vida humana – Pirâmides parte III – a Câmara do Rei – Mantras de Defesa […]

  8. […] Pirâmides e Stonehenge – Edição número 3 da Lucifer Luciferax – Os Templários e o Baphomet – a Guerra dos Roses – Dharma, a base da Vida humana – Pirâmides parte III – a Câmara do Rei – Mantras de Defesa […]

  9. […] Pirâmides e Stonehenge – Edição número 3 da Lucifer Luciferax – Os Templários e o Baphomet – a Guerra dos Roses – Dharma, a base da Vida humana – Pirâmides parte III – a Câmara do Rei – Mantras de Defesa […]

  10. […] – Tarot: o Arcano do Louco – Três amores: Ágape, Philos e Eros – o significado Espiritual do Yom Kippur – Moral e Dogma, por Albert Pike – Por dentro da Igreja Universal – Religião: você precisa ter uma? – Grandes Iniciados: Pitágoras – Sobre a Origem do Tarot – Magia e Mistério no Tibete – A Deusa Demeter e os Mistérios Eleusis – Dilúvio, Pirâmides e Stonehenge – Edição número 3 da Lucifer Luciferax – Os Templários e o Baphomet – a Guerra dos Roses […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: