O Mito da Fênix

A Fênix é um pássaro da mitologia grega que quando morria entrava em auto-combustão e passado algum tempo renascia das próprias cinzas. Outra característica da Fênix é sua força que a faz transportar em vôo cargas muito pesadas, havendo lendas nas quais chega a carregar até elefantes.

Clique aqui para continuar lendo O Mito da Fênix.

11 Respostas

  1. Belo texto! Com certeza vou olhar como mais carinho quando ver a fenix representada em algum lugar. xD
    Grande abraço!

  2. Ficou meio repetitivo…o.o

  3. […] Posts da semana no meu Blog: – O Mito da Fênix – Grandes Iniciados – Lao Tsé – As Pirâmides Submersas no Japão – A Maconha e as otoridades, – […]

  4. […] Outros textos interessantes, como o Mito da Fênix ou Princípios da Alquimia podem ser vistos no meu Blog […]

  5. Fiz uma visita a ouro preto ano passado. E lembro de ver a fenix representada varias vezes na decoraçao das igrejas. Óbvio que representa a “ressurreiçao” cristã, mas fiquei surpreso em ver a fenix em obras cristãs. Ainda mais pq sempre tive na cabeça q a igreja seria contra esses elementos “pagoes”, sobretudo na época em q foram feitas aquelas obras, nas igrejas barrocas. Época onde a igreja catolica tinha muito poder e riqueza.

    Passou pela minha cabeça se aquelas ‘fenix’ representadas nas igrejas nao fossem mensagens ‘subliminares’ de artistas ocultistas do periodo barroco.

  6. Marcelo soh uma observação aparte:
    Bem q vc podia de vez em quando coloca uma ou outra imagem nos texto de fora(ou os seus mesmo) q vc posta aki no seu blog pra deixar um pokin mais atrativo, na MINHA opinao eu axo q melhora bastante!

    Abraço.

  7. Lembrando das minhas aulas de português do colegial, posso dividir um pouco de conhecimento levemente útil:

    A pronúncia correta da palavra “fênix” é “fênis”. O fonema -x se apresenta neste vocábulo com o som de -s sibilado.

  8. “A Fênix, símbolo de ressurreição.
    A Fênix representa a ave legendaria que vivia na Arábia. Segundo a tradição, era consumida por acção do fogo a cada 500 anos, e uma nova e jovem fênix surgia das suas cinzas.
    Na mitologia egípcia, a ave fênix representava o Sol, que morria à noite e renascia pela manhã.”

    Acho que esse final pertence ao início, non?

  9. Muito interessante! Por mais que agora me pareça muito óbvio, eu nunca tinha reparado que a fênix era uma analogia ao sol…

    E caramba, no fim das contas a mitologia grega sempre se inspira na egípicia heeh

    Abraços

  10. […] – Thelema e o número 11 – Grandes Iniciados – Melquisedec – Pirâmides… pirâmides – parte II – Os Quatro Grandes Pilares do Conhecimento – Elementais, os Espíritos da Natureza – Os sete Níveis – Grandes iniciados – Allan Moore – O mito da Fênix […]

  11. […] – Thelema e o número 11 – Grandes Iniciados – Melquisedec – Pirâmides… pirâmides – parte II – Os Quatro Grandes Pilares do Conhecimento – Elementais, os Espíritos da Natureza – Os sete Níveis – Grandes iniciados – Allan Moore – O mito da Fênix […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: