Thelema e o Número 11

Outra questão que me chega constantemente diz respeito ao valor simbólico do numeral 11, cujos mistérios possuem tremenda relevância dentro do Sistema de Iniciação proposto por Aleister Crowley. O estudo e a análise deste Undécimo Arcano, sob o ponto de vista thelêmico, muito trará para a consciência do Adepto ou do Estudante do Ocultismo, principalmente quando este for capaz de não se deter ou limitar antes as extravagantes ressalvas a ele atribuídas. Que fique claro, contudo, que o exposto abaixo segue uma linha de entendimento particular, totalmente em concordância com o Aprendizado e o Conhecimento Thelêmico. Portanto, aqui, fornecerei alguns elementos iniciais para que os thelemitas, ou quaisquer interessados, possam meditar a respeito e daí começar a tirar suas próprias conclusões.

Sobre o numero 11, alguns ocultistas, como Dion Fortune e seus seguidores, por exemplo, o associam há alguns aspectos pouco luminosos da criação, visto seu relacionamento com a assim chamada “não esfera”, o “excesso” além da Criação de Deus. Tal rígida interpretação tem nas bases do fundamentalismo cristão a sua provável raiz. Até mesmo no julgamento de Santo Agostinho encontraremos referências ao numeral 11 como sendo um estandarte dos excessos humanos, o “Brasão do Pecado”, dizia o pai da teologia cristã. O argumento que sustenta este ponto de vista sobre o 11 é curioso: se o número 10 compreende a totalidade da Criação de Deus, representando o Universo propriamente dito, aquilo que vier imediatamente após este número estará fora do Plano Divino, além da Vontade que tudo rege. Neste caso, o 11 aparece como sendo o ser humano integral e não mais como simples servo de Deus. Ele surgirá na forma de “algo” que excedeu os limites da Criação, que saiu do Paraíso perfeito e que agora caminha por vontade própria.

Sob o ponto de vista da religião thelêmica, inicialmente, o número 11 comporta indica o total de batidas (ou silabas) da frase inglesa “Do what thou wilt shall be the whole of the Law”, máxima central do Universo Thelêmico. A tradução mais próxima do original que conhecemos é: “Faze o que queres há de ser o todo da Lei”. Embora nesta tradução haja a perda do ritmo das 11 batidas, a frase mantém o ritmo Quádruplo e Sétuplo da sentença original. Mas, passemos para alguns outros mistérios.

Como todos sabem, a primeira letra do alfabeto hebreu, “Aleph”, equivale a letra “A” latina. Seu valor Gemátrico é 1. Assim, não fica difícil, por substituição, relacionar a Ordem criada por Crowley, de nome A.’.A.’. ao número 11. Os graus dessa Ordem somam um total de 11 graus principais (se considerarmos o estado de Probação 0=0 um Grau), classificados de 1=10, 2=9, 3=8 etc., até 10=1. Curiosamente, se somamos os números de qualquer uma dessas classificações, (1+10 ou 2+9 ou etc.) chegaremos a 11.

Nuit, entendida pelo nome da Deusa Egípcia Nu, possui valor igual a 56, segundo a Gematria. Note que 5 + 6 = 11. Logo, temos um dos principais aspectos femininos thelêmicos relacionados com o número 11. Mas essa relação não se limita somente a Nuit. Para tal, basta lembra-nos do Trunfo XI (Arcano 11 do “Livro de Thoth, mais conhecido como “Tarot de Crowley)), batizado como “Lust”, com uma marcante representação de Babalon, para vermos a relação direta desse outro aspecto feminino com o numero 11.

Falamos do 6 e do 5. Todos devem conhecer aquela simbologia da relação entre o Macrocosmos & Microcosmos, o Universo & o Homem, o Hexagrama & o Pentagrama, etc. & etc. Pois bem, em thelema, este símbolo ganha proeminência pois (isso fica claro na antiga imagem de um pentagrama dentro do hexagrama, 5 + 6) a soma resultante é 11, numero, como estamos vendo, de grande relevância dentro da Magick. Porém, mesmo sendo esse símbolo de grande significado para thelema, ele está carregado de fundamentos do Eon de Osíris. Assim, Crowley, em suas manias de inventar símbolos novos, para representá-lo, tirou fora o Hexagrama (que é um símbolo judaico, estando associada ao velho Eon) e pós a sua Estrela Unicursal de Seis Pontas e, do mesmo modo, ele substituiu o Pentagrama (também um símbolo associado ao Velho Eon), que havia no interior da estrela de seis pontas por um Trevo de Cinco Pétalas. Resumindo: Este símbolo, a Estrela Unicursal de Seis Pontas, com um Trevo de Cinco Pétalas nela inserido, é a visão thelêmica – segundo concebida por Crowley – da relação entre Macro e Microcosmos, que também é 11.

O Trevo, deve estar posicionado com uma pétala para cima, pois esse é o símbolo do Homem, do Microcosmos (isso não tem nada a ver com os conceitos de Bem e Mal). Na capa do Liber ABA (Magick), por exemplo, na qual há o Signo de To Mega Therion (são varias estrelas, inclusive o Hexagrama Unicursal com o Trevo em seu centro), ele está corretamente posicionado, com uma Pétala para cima.

11 também é o número da Magick, propriamente dita. O Eon de Hórus é representado no Tarot de Thoth pelo Trunfo XX, o Eon da Criança, que faz um dos principais gestos da Arte, o Sinal de Silêncio. Note que o Eon (XX) somado a Magick (11) é igual a 31 (AL), Liber AL; mas também, o mesmo Arcano 20, vezes a Magick (11) é igual a 220, ou, o numero de versículos do Livro da Lei de Crowley, (Liber AL).

Falamos acima em “Magick”. Crowley quando começou a escrever “Magic”, preferiu adotar a forma do inglês elizabethano, o arcaico “Magick”, para diferenciar das formas ditas normais de magia (magic).

Mais tarde o “k” adicional foi interpretado como sendo o indicativo do tipo de magia adotada e a natureza dos trabalhos propostos. Falamos acima sobre o aspecto feminino do 11. Pois bem, o “k” alem de ser a undécima letra do alfabeto inglês, também o é no hebraico (kaph) e no grego (kappa), também sendo a primeira letra da palavra “kteis”, que significa “vagina”, em grego.

Mencionamos o Signo de To Mega Therion. Mas qual seria a relação do 11 com o To Mega Therion ou 666? Aqui já mostramos a relação do número 11 com o Arcano associado a Babalon, o Trunfo XI. A estrela de Babalon é aquela unicursiva de 7 Raios, sendo a Gematria de Babalon de valor 156. Este numero, 156 é representado pela seguinte formula (77 + (7 + 7)/7 + 77). Ou seja, através de 7 números 7 escrevemos 156, ou, como dito, Babalon. Seguindo nesse raciocínio encontramos 7 x 7=49, e 4 x 9 = 36. E o número místico de 36 (1+2+3+…+35+36) é o próprio numero da Besta, 666. Por fim (por enquanto), a partir do numero 11 também chegamos ao 666, de um outro modo: O numero místico de 11 (somatório de 11) é 66. Desse duplo número do Sol, 6, chegamos ao 36 (6 x 6). Já foi mencionado aqui que o numero místico de 36 (o somatório de 36) é igual a 666.

Ainda como complemento adicional, não podemos deixar de mencionar que o numero místico de 11 (o já citado 66) também é o valor da palavra KHAM (20+5+1+40), cujas iniciais nos indicam as Cidades apresentadas no Ritual de Minerval da Ordo Templi Orientis, a saber: Korinto, Heliópolis, Atenas e Metilene.

Finalizando, vale sempre lembrar que “todo número é infinito”!

Por Carlos Raposo

About these ads

19 Respostas

  1. Não gostei da parte final!!!

  2. Marcelo, como ficariam esses cálculos se a humanidade adotasse outra base numérica ao invés da decimal (binário, octal, hexadecimal, ou qualquer outra)?

  3. [...] Thelema e o número 11 – Grandes Iniciados – Melquisedec – Pirâmides… pirâmides – parte II – Os Quatro Grandes [...]

  4. Tio Marcelo,
    Foi muito boa essa coluna, já tinha feito algumas pesquisas sobre a Thelema, mas relacionado com o 93 93/93 [acho que você sabe muito bem o significado...hehe].
    Gostei bastante que existe outro número muito importante na Thelema e fico cada vez mais interessado em saber mais.
    Estava vendo uns sites e acabei encontrando esse aqui: http://www.astrumargentum.org/ não sei se ele é válido, mas achei interessante. O que você diz?

    Obrigado.

  5. Achei meio forçado o jeito que ele dobra o número 11 pra convenientemente representar o que ele quiser…

    Acompanho sua coluna (inclusive no Sedentário) e acho muito boa, mas esse artigo não foi no mesmo nível dos seus posts.

  6. Abração Tio!! To adorando, as vezes chove nos olhos, e este texto do 11 me transmitiu no início da leitura que alguém subiu de nível!!!
    Pra falar a verdade eu sonhava em conhecer estas verdades, a graças a você Tio,
    hoje isto é possível a nação!!
    Que a glória esteja com todos nós!!!
    Bom finde!!!

  7. [...] Thelema e o número 11 – Grandes Iniciados – Melquisedec – Pirâmides… pirâmides – parte II – Os Quatro Grandes [...]

  8. [...] a base da Vida humana – Pirâmides parte III – a Câmara do Rei – Mantras de Defesa Psíquica – Thelema e o número 11 – Grandes Iniciados – Melquisedec – Pirâmides… pirâmides – parte II – Os Quatro Grandes [...]

  9. Querido Marcelo! O número 11 me persegue.
    Me deparo constantemente com este N.(é mui curioso)
    Principalmente qnd vejo as horas-,11;11, 1:11.11:1 e assim por diante.

    Voce sabe de alguma coisa à respeito?
    (se é que exista alguma coisa!). Mas enfim, aguardo resposta no meu Email.

    Abração. E parabêns pelos seus post.

  10. [...] a base da Vida humana – Pirâmides parte III – a Câmara do Rei – Mantras de Defesa Psíquica – Thelema e o número 11 – Grandes Iniciados – [...]

  11. Eu nasci no dia 11

  12. eu nasci no dia 11 do mes 11 =]
    Que coisa

    Ótimo texto

  13. Aí,eu nasci dia 09/02/1993 às 11 horas.

    09+02 = 11
    1+9+9+3 = 22
    11 + 22 = 33

    Tudo leva ao número 11,além de (segundo a Astrologia) meus números da sorte são 1 e 11. A casa de Aquário é a 11ª.
    Entre outras coisas…

  14. [...] Conselhos Úteis em Magia Prática – Magia e Mistério no Tibete – Mantras de Defesa Psíquica – Thelema e o número 11 – Elementais: Os Espíritos da natureza – Os Sete Níveis – Teoria da Magia II – Sistemas [...]

  15. Busquei informações sobre o número 11, porque nesta noite (21/07/2009) acordei após um sonho estranho, em que um homem desconhecido me alertava sobre algo que ia ou poderia acontecer, ele escrevia com a unha do seu polegar o número 11 em minha mão direita, logo junto como que formando uma uma sequencia, fincava 3 pregos metálicos em minha mão, logo após o número. O restante do sonho foi assustador, agressões e ameaçaças feitas por desconhecidos, em fuga, eu era transportado opor uma mulher em um veiculo estranho, ao fim ela era o proprio demonio travestido, eu então mostrava a mão com o número e os pregos e ela gargalhava e mostrava a sua mão com o número 111. Acordei assustado e pus-me a rezar o Pai Nosso.
    O que será que isso significa???

  16. [...] base da Vida humana – Pirâmides parte III – a Câmara do Rei – Mantras de Defesa Psíquica – Thelema e o número 11 – Grandes Iniciados – [...]

  17. Oláa
    eu nasci no dia 11/11
    sempre morei em casa d numero 11
    e por ai vai muitas, e muitas coisas numero 11 na minha vida..
    sabe algo mais a respeito do numero 11?
    esse numero me persegue demais!!
    Obrigada!!!

  18. 0 = o nada, o antes do principío e depois do fim. Geometricamente representa o infinito, pois seria uma forma circular, que não teria fim nem começo; seria uma forma de representar também o feminino, a força passiva.
    1 = o princípio, o início da atividade, a iniciativa, o ser ativo, masculino, criação.

    O 1 e o 0 representam a base para tudo o que existe (inclusive no universo da computação, todos os dados são formados por sequencias de 1 e 0).

    O 1 junto com o 0 (10), representa Deus, a totalidade.

    10 + 1 = 11 => um além de Deus, o homem em sua significação puramente material, além dos domínios do espiritual, a força material, o mundo material, etc…

    Essa foi uma interpretação que fiz, baseada em algumas fontes da internet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: